Como funciona um leitor de cartão: quais as opções no mercado?

Aceitar pagamentos através de cartões de crédito ou débito se tornou essencial para qualquer tipo de estabelecimento, seja em uma grande rede de supermercados, ou em uma pequena lojinha de acessórios para celular. É que hoje em dia essa forma de pagamento vem sendo a mais usada entre os consumidores, e a tendência é que o uso dos cartões aumente cada vez mais.

Mas nem todas as lojas têm um fluxo de vendas grande o suficiente para pagar um aluguel de máquina de cartão. E se adquirir uma máquina de cartão não é possível, o que pode ser feito?

Os leitores de cartão funcionam praticamente igual às máquinas, porém eles utilizam o celular ou tablet para fazer a leitura do cartão. Basta ter conexão com a internet. Eles não têm cobrança de aluguel, o que é uma grande vantagem para quem tem um pequeno fluxo de vendas. Em compensação, têm uma taxa por venda maior que as máquinas comuns. Por isso os leitores não são vantajosos para quem tem um grande fluxo de vendas. Quando o fluxo de vendas é muito grande é mais vantajoso pagar o aluguel de uma máquina convencional.

Temos diversas marcas de leitores de cartões disponíveis no mercado. Vamos falar brevemente de algumas das mais populares e utilizadas:

Leitor do PagSeguro

São três os tipos de leitores oferecidos pelo PagSeguro da UOL: a Mini, a Minizinha e o Leitor de Crédito. A Minizinha custa R$ 118,80 ou 12 vezes de R$ 9,90 e é a mais barata dentre as três. Ela aceita os cartões de chip Visa, MasterCard, Elo, Visa Electron, Maestro, Banricompras, e os vouchers Ticket, Sodexo e VR.

Já o leitor de crédito e débito Mini custa um pouco mais caro: R$ 358,80 ou 12 vezes de R$ 29,90. Ele é um pouco maior e mais pesado e aceita todas as bandeiras aceitas pela Minizinha, mais American Express, Hiper, Hipercard e Diners Club.

O leitor de crédito pode ser pago em uma vez de R$ 118,80 ou em 12 vezes de R$ 9,90, e aceita as bandeiras Visa, MasterCard, American Express, Hipercard, Hiper, Cabal, Diners Club e Elo. Você paga 3,59% no crédito à vista e 4,19% no parcelado, também com saldo em 30 dias.

Acesse o site PagSeguro e saiba mais! Conheça também a Moderninha Pro, a mais nova maquininha da UOL.

iZettle

iZettle é uma empresa sueca que chegou ao Brasil através de uma parceria com o banco Santander. Ela conta com dois tipos diferentes de maquininhas: a iZettle Pro e a iZettle Lite. A iZettle Pro é mais robusta e mais rápida, é mais indicada para empresas maiores, com estabelecimentos fixo. Ela custa R$ 340,00. Já a iZettle Lite é menor, muito mais prática de levar de um local para outro, por isso é muito usada por taxistas e outros profissionais liberais que precisam se locomover no trabalho. Ela é acoplada ao celular através do cabo de áudio. Custa R$ 229,00 ou 12 vezes de R$ 19,08.

Saiba mais no site da iZettle.

Payleven

A Payleven tem duas opções de maquininhas: a Payleven Mais e a Payleven Lite. A primeira é mais barata, custa R$ 118,80. Ela aceita cartões com chip no débito e crédito, nas bandeiras MasterCard e VISA. Tem maior duração de bateria e é compatível com Android.

Já a Payleven Lite custa um pouco mais caro, R$ 358,80 no boleto ou 12 vezes de R$ 29,90 sem juros no cartão de crédito. Ela aceita cartões com chip e tarja magnética no débito e crédito nas bandeiras MasterCard e VISA. É compatível com Android e iOS e tem visor luminoso. Ou seja, ela é uma versão mais moderna da Payleven Mais.

Saiba mais acessando o site da Payleven!

Falamos neste artigo sobre três das marcas de leitores mais usadas no Brasil, mas temos diversas outras marcas disponíveis no mercado, o que é assunto para um outro post. Continue acompanhando nosso blog!

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *